Arquivo da categoria: VERSOS

Eu Te Amo


Não custava nada dizer “eu te amo”. Nem precisaria ser real, por que não disse? Não deve ser errado alegrar a noite de alguém. Não precisava ser sincero, era só dizer Não deve ser pecado cicatrizar um coração ferido. Não precisa … Continuar lendo

Publicado em VERSOS | Marcado com , , | Deixe um comentário

DATAS


Ontem, cinco anos do casamento. Hoje, um mês da separação. Amanhã, o primeiro dia do resto da minha vida!

Publicado em VERSOS | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Dedos (ou uma Odisséia noturna)


O primeiro amor foi pra esquecer o segundo. Estava uma delícia, mas ela não podia parar. Não é excitante, mas a noite transcorre, sem parecer ter um fim. Dedos deslizam acima e abaixo por toda a extensão do magro corpo. … Continuar lendo

Publicado em VERSOS | Deixe um comentário

Acróstico Paterno II


meu coração te aguarda a imaginar-te tão linda no afã das horas que passam o teu sorriso me anima e apesar de não vê-lo lo presiento por El cielo azul. así me queda certeza, será mono, muy rico, Manu.

Publicado em VERSOS | Marcado com , , , , , , | 1 Comentário

Domingo de Chuva


Tem garoa na fronteira. E pinga dentro de mim Dessa melosa maneira que só o domingo sabe ter Vou acender minha interna fogueira preciso me aquecer esquecer que na segunda-feira ainda não a verei, que dó… E chove na fronteira. … Continuar lendo

Publicado em VERSOS | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário