Arquivo do autor:Tiago Carpes do Nascimento

Sobre Tiago Carpes do Nascimento

Brasileiro, casado, vinte e poucos anos, escritor por obrigação e prazer, professor, curioso, eclético em matéria de música, adora livros e filmes inteligentes (instigantes), cristão, conservador, gosta de política, já sonhou ser presidente do Brasil, presidiu comitê municipal de sigla política, mas a desilusão foi tanta que hoje se contenta apenas em contribuir para a melhoria da educação e para o crescimento vegetativo da população, tendo dado o seu contributo em duas ocasiões. Belíssimas ocasiões, diga-se de passagem!

Carro velho


O lado positivo de se ter um carro velho, é que nem o ladrão quer ficar com ele. rs. Eu tive meu carro furtado da rua em frente a minha casa nessa madrugada. A rua que dá acesso ao meu … Continuar lendo

Publicado em PROSA | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

CONHECE-TE A TI MESMO


Esse aforismo, geralmente atribuído a Sócrates, era na verdade a inscrição da entrada do templo de Apolo em Delfos, por volta do século IV a.C. Apolo, que entre outros epítetos, era venerado pelos gregos antigos como o deus da beleza, … Continuar lendo

Publicado em ARTIGOS, VARIEDADES | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

FICÇÃO CIENTÍFICA: tem como não amar?


“é que a televisão me deixou burro, muito burro demais… e agora todas as coisas que eu penso me parecem iguais…” (Os Titãs do iê-iê-iê) Acabo de reler o livro Fahrenheit 451, que escrito nos anos 1950, antecipou com assustadora … Continuar lendo

Publicado em ARTIGOS, VARIEDADES | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Crianças brincando na neve


Há mais de 10 anos, no dia 25 de fevereiro de 2005, eu estava em meu quarto de solteiro na antiga casa dos meus pais, compondo uma canção. Uma atividade normal, rotineira, comum na minha adolescência. Essa veio a ser … Continuar lendo

Publicado em MÚSICAS, PROSA | Marcado com , | 2 Comentários

Eu Te Amo


Não custava nada dizer “eu te amo”. Nem precisaria ser real, por que não disse? Não deve ser errado alegrar a noite de alguém. Não precisava ser sincero, era só dizer Não deve ser pecado cicatrizar um coração ferido. Não precisa … Continuar lendo

Publicado em VERSOS | Marcado com , , | Deixe um comentário