Crianças brincando na neve

Há mais de 10 anos, no dia 25 de fevereiro de 2005, eu estava em meu quarto de solteiro na antiga casa dos meus pais, compondo uma canção. Uma atividade normal, rotineira, comum na minha adolescência. Essa veio a ser a minha 973ª composição. Nem todas letra & música. A maioria apenas letra. Mas enfim. Essa veio a se chamar A Montanha Nevada.

Havia uma montanha
haviam duas montanhas.
Numa montanha o frio era tão grande
a neve nunca derretia.
Uma neve eterna, como eterno é em seu coração
o não me amar.

Mas um dia o sol
(não dois sóis)
quis iluminar um pouco mais a tal montanha
e derretendo o gelo as crianças puderam brincar.

E se no seu coração um dia o sol do amor raiar
eu poderei, quem sabe, então brincar com você…

Eu sou uma criança que gosta de brincar na neve,
mas crianças que brincam na neve só podem brincar quando há sol.
Eu sou uma criança, eu sou uma criança.
E se eu for uma criança,
mas no seu peito aquela neve
tiver derretido em amor
poderemos beijar-nos de leve.

– E se não for assim que o diabo a leve! Caralho!

Devido minhas filhas curtirem muito o filme Frozen da Disney, acabei lembrando, depois de mais uma das incansáveis exibições caseiras, dessa música que fizera anteriormente (crianças brincando na neve? já vi isso em algum lugar…).
Hoje, coincidentemente, encontrei o caderno onde a escrevi. Tem inclusive a cifra dela, mas não consigo lembrar exatamente como eu a havia imaginado. Creio que tenha alguma fita K7 com uma gravação que fiz a época, em algum lugar por aí…
Interessante que lendo hoje percebo uma série de incoerências. Afinal por que as crianças só podem brincar na neve quando há sol? E gelo derretido não é bem o ideal para brincadeiras (né Olaf?)…
Mas enfim. Dez anos. O tempo passou rápido (ou não).
Preciso achar uns textos onde escrevi como me via no futuro. Nada deve bater com nada. Kkk.

Anúncios

Sobre Tiago Carpes do Nascimento

Brasileiro, casado, vinte e poucos anos, escritor por obrigação e prazer, professor, curioso, eclético em matéria de música, adora livros e filmes inteligentes (instigantes), cristão, conservador, gosta de política, já sonhou ser presidente do Brasil, presidiu comitê municipal de sigla política, mas a desilusão foi tanta que hoje se contenta apenas em contribuir para a melhoria da educação e para o crescimento vegetativo da população, tendo dado o seu contributo em duas ocasiões. Belíssimas ocasiões, diga-se de passagem!
Esse post foi publicado em MÚSICAS, PROSA e marcado , . Guardar link permanente.

2 respostas para Crianças brincando na neve

  1. Aoleabe disse:

    Top … Alguma coisa pra lembrar a vida. 👍😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s