Facebook + Desinformação = Hoax

facebook-logo

De tempos em tempos surgem estúpidos lixos na internet, que devido a falta de informação e ao “dedo rápido” das pessoas acabam virando pragas de amplo espectro quase imortais. 

Entre outros a bola da vez é o hoax (se não sabe o que é isso clica aqui) que apareceu pela primeira vez na segunda-feira 22/10/12, ensinando uma forma de proteger as atualizações de fotos de usuários que são indesejáveis. Esse hoax usa como pano de fundo uma matéria veiculada pelo Fantástico no domingo anterior, 21/10/2012, que falava sobre segurança no facebook.

O fato negativo desse hoax é que o mesmo se configura num tutorial que ensina um método errado de proteger as atualizações, que caso seja seguido vai fazer com que o usuário fique impossibilitado de ver as suas atualizações. Veja o que diz o hoax:

Bom gente, quem assistiu o Fantástico ontem sabe da falta de proteção no Facebook.
Com as mudanças do Face, agora todos ficam sabendo de coisas de gente que nem estão nos nossos contatos, só porque um contato faz um comentário ou “curte” algo de alguém.
Então peço a gentileza de: (1) Aqui mesmo, logo acima, posicione o mouse sobre a minha foto (sem clicar). (2) Espere até aparecer uma janela e posicione o mouse sobre o ícone “Amigos…” (também sem clicar), depois (3) Desça até “Configurações” e aí sim clique. Vai aparecer uma lista: (4) Clique em “Comentários e opções Curtir” desmarcar esta opção. Assim minhas atividades ficarão restritas aos meus amigos e familiares, não se tornarão domínio público. MUITO GRATO! Se quiser copiar e colar no seu mural para assegurar a sua privacidade, esteja à vontade. Como fiz copiando de um amigo. Obrigada a todos!!!
TODOS MEUS AMIGOS QUE ME FIZEREM ESSA GENTILEZA, POR FAVOR ME AVISEM, POIS ESTAREI TMB FAZENDO O MESMO EM SUA PÁGINA. AGRADEÇO DE CORAÇÃO A TODOS!!!!!!!!!!! ;)

É verdade que se um amigo comenta em uma foto sua os amigos dele podem ver na barra lateral. Mas isso só acontece se essas pessoas tiverem permissão para ver: ou porque você postou algo como “público”, ou porque você permitiu que os “amigos de amigos” vejam as atividades do seu mural.

Existem formas melhores de se proteger.  Veja algumas dicas realmente úteis veiculadas no portal ebc:

1 – Mantenha o perfil no Facebook privado.
2 – Omita informações pessoais. Não poste endereço, número de telefone e outras informações que revelem localização.
3 – Não marque fotos de pessoas da família. Também não mostre quem é pai, mãe, filho e outros parentes.
4 – Permita que só amigos de perfil possam ver fotos e posts. Não abra as atualizações para amigos de amigos. Você não sabe quem eles podem ser.
5 – Crie álbuns de fotos com acesso restrito.
6 – Crie grupos de amigos e classifique-os. Dessa forma, dá para limitar informações para certos grupos específicos na rede. Ex: “amigos desconhecidos não podem acessar certos conteúdos”.
7 – Faça a classificação restrita no Facebook. Alguns amigos podem ser restritos e ver apenas atualizações publicas.
8 – Marque a opção “pedir para ser marcado em fotos e publicações”. Toda vez que alguém desejar marcar conteúdos, será necessária autorização.
9 – Não se envolva em discussões polêmicas: política, religião e futebol. Isso pode fazer você ser vítima de ciberbullying.
10 – Foto de perfil deve ser discreta e não mostrar pessoas. Essas fotos são públicas.
11 – Não fazer posts de convites e marcações de encontros.
12 – Adolescentes não devem usar localização geográfica. Isso pode atrair pessoas mal intencionadas.
13 – Escolha a opção pedir autorização para check-in de amigos
14 – Não publique fotos de filhos. Quanto menos fotos, melhor.
15 – Tenha a senha do perfil do filho ou filha em seu poder. Pelo menos até os 15 anos de idade.
16- Use a opção de notificação de login. Toda vez que fizer login, você será notificado de que computador foi feito
17 – Use dupla autenticação. Você terá que utilizar dupla notificação toda vez que for logar.
18 – Use alerta para e-mails do perfil dos filhos. Mas restrinja para coisas importantes.

__________________________

Outro Hoax que de tempos em tempos ganha novas versões é aquele que usa a Convenção Berner e o Estatuto de Roma no seu texto. Uma das versões mais novas dizia o seguinte:

“Aos tantos dias do mês tal, encontrando-me em pleno gozo das minhas faculdades mentais, eu, titular desta conta no Facebook, declaro a quem interessar, e em especial à empresa administradora do Facebook, que meus direitos autorais estão ligados a todos os meus dados pessoais, comentários, textos, artigos, ilustrações, quadrinhos, pinturas, fotos e vídeos profissionais, etc (como resultado da Convenção Berner). Para uso comercial dos itens mencionados acima, meu consentimento por escrito será sempre necessário. Pelo presente comunicado venho notificar o Facebook que fica estritamente proibido de revelar, copiar, distribuir, divulgar ou tomar qualquer outra ação contra mim com base neste perfil e/ou seu conteúdo. As referidas ações proibidas também se aplicam aos funcionários, estudantes, agentes e/ou membros de qualquer equipe sob a direção ou controle do Facebook. O conteúdo deste perfil é privado e suas informações confidenciais. A violação da minha privacidade pode ser punida por Lei (UCC 1 1-308-308 1-103 e Estatuto de Roma) e no Brasil pelo Código de Proteção e Defesa do Consumidor (Lei 8.078/90).
——————–
OBS: O Facebook é agora uma entidade de capital aberto. Todos os membros são recomendados a publicar uma nota como esta, ou se preferir, você pode copiar e colar esta versão. Se você não publicar uma declaração, ao menos uma vez, você estará tacitamente permitindo o uso de elementos como suas fotos, bem como as informações contidas na sua atualização de status.

O grande problema é que a simples declaração não adianta nada. Com base em leis inexistentes como a “Convenção Berner”, o “Estatuto de Roma” (que existe, mas não contempla ações em redes sociais), a “UCC 1 1-308-308 1-103” (apenas números sem sentido) e ainda o Código de defesa do consumidor (que não se refere em específico a privacidade em redes sociais) a mensagem não tem efeito algum sobre as políticas de privacidade do site.

Então pessoal, vamos cuidar com o que compartilhamos na rede. Não sejamos retransmissores de lixo eletrônico. Chega de poluição na web!

Dois passos simples para não ser você também um compartilhador de lixo na internet:

1 – Digite o primeiro parágrafo do item a ser compartilhado no google (ou qualquer outro site de busca);

2 – Leia atentamente os resultados retornados. Se a maioria dos resultados provar a veracidade da informação poste, caso contrário delete sem dó…

Anúncios

Sobre Tiago Carpes do Nascimento

Brasileiro, casado, vinte e poucos anos, escritor por obrigação e prazer, professor, curioso, eclético em matéria de música, adora livros e filmes inteligentes (instigantes), cristão, conservador, gosta de política, já sonhou ser presidente do Brasil, presidiu comitê municipal de sigla política, mas a desilusão foi tanta que hoje se contenta apenas em contribuir para a melhoria da educação e para o crescimento vegetativo da população, tendo dado o seu contributo em duas ocasiões.
Esse post foi publicado em ARTIGOS, VARIEDADES e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s