Receita Genérica*

1 xícara de arrependimento

2 colheres de amargura

42 sacos de carência afetiva

1/2 copo de loucura pura e simples

4 folhas de sonhos não realizados

2 xícaras de tristeza

1/2 saco de inveja boa

1 pitada de inveja má (Que ninguém é de ferro…)

5 colheres das de sopa de incompreensão

5 turmas de quintas séries

2 horas de lentidão no trânsito

1 mudança no acordo ortográfico da língua portuguesa

1/2 colher das de chá de programação ruim na TV

8 fardos de corrupção na política

7 toneladas de lixo tóxico radioativo

6 biscoitos da sorte chineses feitos pelo Mandrake

5 doses de uísque paraguaio

4 xícaras de ignorância

3 segundos de atenção por favor

2

1

ZERO:


BUM!


* Pode ser qualquer coisa. A bomba perfeita e definitiva, a fórmula do amor, o último número antes do infinito, como faço pra virar emo?, a última apresentação dos Beatles, o coeficiente de riqueza da Terra, o número de lugares reservados no Céu ou então a vida besta que tenho levado…

Anúncios

Sobre Tiago Carpes do Nascimento

Brasileiro, casado, vinte e poucos anos, escritor por obrigação e prazer, professor, curioso, eclético em matéria de música, adora livros e filmes inteligentes (instigantes), cristão, conservador, gosta de política, já sonhou ser presidente do Brasil, presidiu comitê municipal de sigla política, mas a desilusão foi tanta que hoje se contenta apenas em contribuir para a melhoria da educação e para o crescimento vegetativo da população, tendo dado o seu contributo em duas ocasiões. Belíssimas ocasiões, diga-se de passagem!
Esse post foi publicado em PROSA, VERSOS e marcado , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Receita Genérica*

  1. vai um chazinho aí??

    🙂

    grande abraço, tiago!

  2. Aline Pacheco disse:

    Cházinho de camomila? Ou de erva doce? Ou um suco de maracujá?

    Estou vendo que tem alguém que anda de saco cheio da vida que está levando, hein! É o casamento? Se eu fosse homem (como meus amigos falam): se arrependeu, rapaz? Mas como sou mulher: levanta essa cabeça e faz alguma coisa pra mudar essa situação “besta”!!!!

    Não gostei da receita genérica! Muito depressiva! Joguei fora!

    Beijos.

  3. Tiago disse:

    Nem é tanto o casamento, como a profissão…

    Malditos alunos que não querem me deixar ensinar!

  4. Chuvazul disse:

    Cinco quinta séries é pra matar mesmo, seja menos mau diminui esse número que mundo nenhum aguenta (sem trema :P)… ^^

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s