Arquivo do mês: março 2010

Texto dos porquês…


Pra que serve a vida? Pra que serve o mundo? Por que nenhum lugar é minha casa? Por que ninguém marca gol nessa porcaria de jogo? Por que todo dia eu acordo cansado? Por que o dinheiro rende menos que … Continuar lendo

Publicado em VARIEDADES, VERSOS | Marcado com , , | 3 Comentários

Man on the Moon


Será que o homem foi mesmo pra lua? E a Atlântida? Em que mar ficaria? E os anéis de Saturno quantos são? Perguntas sem resposta. Perguntas com resposta. Perguntas. Odeio o mundo. Adoro as pessoas. Detesto as pessoas más. Amo … Continuar lendo

Publicado em PROSA, VARIEDADES, VERSOS | Marcado com , , , | 1 Comentário

Receita Genérica*


1 xícara de arrependimento 2 colheres de amargura 42 sacos de carência afetiva 1/2 copo de loucura pura e simples 4 folhas de sonhos não realizados 2 xícaras de tristeza 1/2 saco de inveja boa 1 pitada de inveja má … Continuar lendo

Publicado em PROSA, VERSOS | Marcado com , , , , | 4 Comentários

Duelo


Quem pode dizer quando é cedo ou tarde pra se fazer algo? Ainda consigo encarar meus olhos no espelho! Conforme já disseram outros que vieram antes de mim: Já é tarde ou seria ainda cedo demais? Ainda consigo encarar meus … Continuar lendo

Publicado em VERSOS | Marcado com , , , , , | 1 Comentário

Noturno soturno em Saturno…


Já nem lembro mais como se escreve… São tantas coisas, o tempo é curto, a vida voa e vice-versa. Revejo amigos, vou a encontros nada furtivos, felizmente ou infelizmente, devido ao caráter monogâmico da minha nova vida. Não que sinta … Continuar lendo

Publicado em VERSOS | Marcado com , , , , , , | 1 Comentário