Que Dia Besta!

Uma crônica de Luiz Fernando Veríssimo publicada num longínquo 1º de abril do início deste século contava cinco ou seis histórias que poderiam ser a origem dessa data. É claro que por ter sido publicada em tal data, perdia muito da sua credibilidade. O próprio autor já alertava: isso pode ser mentira também…

Eu sou bem cético em relação a importância dessas inúmeras datas. Umas eu as considero puramente comerciais, como é o caso do dia das mães, dia dos namorados e dia dos pais.
Outras eu penso que foram desvirtuadas, perderam hoje o seu real significado. É o caso do Natal, da Páscoa, dos demais feriados religiosos e do Dia do Trabalhador (ou seria do Trabalho???) que hoje são apenas datas muito boas pra se deixar de ir ao trabalho quebrando a rotina por um dia ao menos. E outras ainda, eu considero uma tentativa de mudar de assunto. Nessa categoria eu enquadro o dia Internacional da mulher. Fala-se muito nos direitos das mulheres, na discriminação de que ainda são alvo em alguns lugares, mas procura-se debater esses assuntos apenas na semana da data. Passada essa semana o assunto é esquecido até o outro ano.

Mas e o dia de hoje?
Eu não consigo encaixá-lo em nenhuma das categorias acima.
Se fosse eu o idealizador de tal data o objetivo talvez seria o de relegar a mentira à esse único dia no ano. Então digamos que seja mesmo esse o propósito. Tem funcionado? Nem um pouco…

O ano inteiro dossiês aparecem e desaparecem misteriosamente.
O ano inteiro promessas são feitas e quebradas diuturnamente.
O ano inteiro a mentira está impregnada em nossa sociedade. Seja no motorista que tenta subornar o guarda de trânsito; seja no guarda de trânsito que aceita o suborno; seja no malandro que engana a esposa pra tomar uma cerva no bar da esquina; seja no funcionário fantasma que embolsa seu salário mensalmente mesmo sem ter feito nada; seja no professor que faz greve o mês inteiro e fica indignado quando não recebe pelos dias não trabalhados; seja no marido infiel que trai a esposa no bordel; seja no supermercado que altera etiquetas de produtos vencidos; seja no contribuinte que dá o seu jeitinho pra fraudar o Leão; seja no diretor de escola que desvia a merenda escolar; seja no dono de bar que mantém maquina caça-níquel no porão da birosca; seja no árbitro que anula um gol legítimo… A mentira está aí senhoras e senhores.
Sempre.

Então talvez fosse o caso de hoje, apenas hoje, o mundo todo resolver não mentir, não fraudular, não enganar ninguém. Deixar tudo preto no branco! Um dia apenas… Seria possível???

Sei lá. Acho que depois de um dia assim não ficaria pedra sobre pedra. Nossa sociedade é hipócrita. A hipocrisia é a base da nossa sociedade. E ainda mais hipócrita será quem hoje disser hipócrita não ser…

01/04/2008 (retirado do meu blog no GloboOnliners que será extinto nesse mês…)

Anúncios

Sobre Tiago Carpes do Nascimento

Brasileiro, casado, vinte e poucos anos, escritor por obrigação e prazer, professor, curioso, eclético em matéria de música, adora livros e filmes inteligentes (instigantes), cristão, conservador, gosta de política, já sonhou ser presidente do Brasil, presidiu comitê municipal de sigla política, mas a desilusão foi tanta que hoje se contenta apenas em contribuir para a melhoria da educação e para o crescimento vegetativo da população, tendo dado o seu contributo em duas ocasiões.
Esse post foi publicado em PROSA e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Que Dia Besta!

  1. fabio disse:

    eu quero morrer com um caxão preto e vermelho com um tridente com velas preta vinho rosa taça de ouro balada bem forte e no final da festa vou morre feliz

  2. larissa disse:

    eu quero mo rre em pazzzzzz

  3. Tiago disse:

    Mas que papo de morte é esse hein????

  4. jojo disse:

    eu quero morrer dormindo nao vo sintir nada mesmo bjssssss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s